Alimentação do bebé de 1 ano aos 2 anos

O questionamento quanto à introdução alimentar é muito comum entre as mamãs. Quando o bebé completa 1 ano de idade, este questionamento mantém-se. Sabe como deve ser a alimentação do bebé de 1 ano?

Venha descobrir com o Bebé a Bordo.

As questões relativas à alimentação do bebé começam cedo, quando, pelos 6 meses, se começa a fazer a introdução de alimentos além do leite materno.

As mamãs preocupam-se em saber quais as melhores sopas e frutas para integrar na alimentação dos mais pequenos e por conhecer as fórmulas ideais para a introdução gradual de novos alimentos.

Embora existam sugestões evidentes – como é o caso dos primeiros alimentos sólidos do bebé – a verdade é que o processo de expansão alimentar da criança é vivido de forma algo distinta pelas mamãs, que podem fazer escolhas pessoas e precisam de dar resposta, também, aos gostos da criança.

Passada a fase de introdução dos purés de frutas e das sopinhas, o alargamento do espetro alimentar continua. De repente (tão depressa!) os nossos bebés já têm um ano.

Sabe como é a alimentação do bebé de 1 ano? E conhece os alimentos que devem constar na sua rotina alimentar entre os 12 e os 24 meses?

Então, está na hora de mergulhar neste artigo para ficar a saber mais sobre a alimentação do bebé de 1 ano aos 2 anos de idade.

1. Como deve ser a alimentação para bebé de 1 ano? Alimentação do bebé de 1 ano aos 2 anos

A alimentação para bebé de um ano deve dar resposta, como é evidente, às suas necessidades nutricionais, ao mesmo tempo que estimula a sua aprendizagem sensorial, nomeadamente no que diz respeito a novos sabores e texturas.

A alimentação do bebé de um ano faz parte do conjunto alargado de elementos que irão contribuir para o seu processo evolutivo e, por isso mesmo, deve expandir o leque de sabores que foram, até então, dados a conhecer ao seu filho.


Nesta fase, poderá apostar em alimentos de preparação mais audaciosa, misturar outros sabores e criar pratos que incluam novas texturas.

Como deve ser feita a introdução alimentar nesta idade?

Pelo seu primeiro ano, o bebé poderá (ou não) ter já abandonado completamente a amamentação.

Independentemente disto, a verdade é que, para saber como alimentar um bebé de 1 ano, deve considerar o papel fulcral da diversificação alimentar, tendo esta um papel soberano na nutrição do seu filho.

No momento de iniciar uma nova introdução alimentar, é muito importante que os pais e o pediatra tenham uma conversa onde seja feita a análise do histórico alimentar da criança até ao momento e se defina a forma como novos alimentos deverão, aos poucos, ser introduzidos na sua experiência alimentícia.

A introdução alimentar nesta idade não seguirá sempre a mesma ordem nem será igual para todas as crianças, sendo, no entanto, importante que seja gradual e progressiva.

2. Comida para bebé de 1 ano: quais os principais ingredientes?

A alimentação de bebé com 1 ano será, como já referimos, uma experiência distinta em cada caso, sendo que não existe uma norma estipulada quando ao que é, efetivamente, comida para bebé de 1 ano.

Ainda assim, a verdade é que quando se considera a alimentação para bebé de 1 ano, alguns alimentos não podem ser descurados, em prol da correta nutrição da criança.

A alimentação de bebe de 1 ano deverá incluir alimentos como:

– Temperos naturais (cebola, alho ou salsa, por exemplo)
– Leite de transição ou leite adaptado de vaca;
– Carne de vitela;
– Legumes crus (como aipo, cenoura ou abacate);
– Frutas cruas (maçã, pêra, banana, por exemplo).

Por outro lado, deverão ser evitados alimentos como:


– Outros temperos (sal, pimenta, etc.);
Bolachas;
– Chocolates;
– Açúcar;
– Carne de porco.

Algumas discussões, como é o caso da introdução do leite de vaca e do mel são bastante pouco consensuais e muito debatidas, sendo temáticas recorrentes em variados estudos científicos.

3. E a partir dos 12 meses? Como deve ser a alimentação após 1 ano de vida?

A alimentação a partir de 1 ano deve considerar as mais importantes refeições do dia, começando pela criação do hábito da toma do pequeno-almoço. Esta primeira refeição deve ser rica em alimentos que forneçam energia à criança, sem que contenham açúcar.

Além do pequeno-almoço, também o almoço e o jantar serão importantes momentos alimentares para a criança, sendo importante a criação de uma rotina alimentícia que privilegie, também, estas duas refeições.

A criação de rotinas e hábitos regulares é muito importante para o funcionamento orgânico das crianças entre o 1 e os 2 anos, sendo ainda fundamental para garantir a criação de um ritmo alimentar adequado às suas necessidades e à sua idade.

Destas duas refeições deverão contar três elementos: a sopa (cuja quantidade não deve ser excessiva, para não retirar o apetite para os restantes alimentos), o prato principal (que deve ser variado e nutritivo) e a sobremesa (que deverá ser fruta).

Nesta fase, vale a pena salientar a importância da introdução de outras texturas além dos purés e papas às quais os bebés se habituam até completarem os 12 meses.

A introdução de legumes e frutas cruas será favorável, não só para que o bebé se habitue a novas texturas mas também para o desenvolvimento da sua dentição e para garantir um maior aporte vitamínico.

4. A cadeira de alimentação é útil?

Sim. O momento das refeições em família é uma parte importante na criação dos hábitos de alimentação do bebé de um ano.

E, sentado numa cadeira de alimentação, é natural que o processo se torne mais confortável, quer para os pais (que alimentam a criança, de uma forma mais simples), como para a criança (que terá um espaço adequado ao seu tamanho e às suas necessidades).

Hoje em dia, existem vários modelos de cadeiras de alimentação, que se adequam às necessidades de cada família.

Como fez a alteração da alimentação do bebé de 1 ano? Quais foram os alimentos que introduziu nesta fase? E como reagiu o seu filho? Conte a sua experiência pessoal às restantes mamãs do Bebé a Bordo.

Algumas fontes: modernparentsmessykids  babycenter kidshealth pumpkin healthychildren babycentre
lifestyle.sapo

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo